Notícias e Artigos

Trabalhamos com todos os tipos de pesquisas, sempre oferecendo ao cliente a melhor alternativa existente para cada demanda.

Artigos

Sono dos Paulistanos

Sono

Pesquisa do Instituto AGP revela como o paulistano tem dormido.

 

 

Pesquisa realizada com mais de 400 moradores da cidade revelou os hábitos de sono dos paulistanos e mostra resultado preocupante: 60% dos habitantes da cidade dorme menos de 7 horas por noite, ou seja, menos do que o número de horas adequado, entre 7 e 9 horas por noite.

 

12% dos entrevistados afirma que só consegue dormir o suficiente aos finais de semana e 23% admitem que nunca dormem o bastante e a principal razão apontada pelo estudo é a falta de tempo, citada por 56% dos entrevistados.

 

As consequências da falta de sono adequada são sentidas no corpo: 26% afirmam estarem sonolentos no trabalho, 21% se sentem irritados, 10% reclamam de cansaço e outros problemas são apontados como dormir na condução, perda de memória, comer em excesso, etc.

 

Para 71% da população, dormir de 7 a 9 horas seria o ideal, mas apenas 31% conseguem fazer isso regularmente.

Os benefícios mais percebidos de uma boa noite de sono é a disposição, apontada por 36%, descanso, apontado por 9% e melhor rendimento, citado por 8% dos entrevistados.

 

Algumas curiosidades sobre a pesquisa também chamam a atenção.

 

As regiões Centro e Oeste têm a maior proporção de pessoas que dormem a quantidade adequada de horas. A Zona Leste é onde estão os moradores com o sono mais prejudicado.

A Zona Sul sofre com irritação causada pelo sono. O Sono no trabalho são a principal reclamação das pessoas das regiões sul e norte e os moradores da Zona Leste são os que dizem precisar de menos horas de sono para se sentirem descansados.

 

As pessoas mais velhas costumam dormir menos horas por noite, mas acreditam que essas horas são o suficiente. Ao mesmo tempo, são os que mais sofrem de falta de sono por barulhos externos como carros na rua, animais, vizinhos, etc.

Para os mais novos, o maior problema é a falta de tempo.

 

A pesquisa mostra que o sono, mesmo sendo importante para a saúde e qualidade de vida, não consegue receber a atenção que deveria por parte dos moradores da maior cidade do país.

 

Leia também

  • 04/07/2017 - Millennials e empreendedorismo

    Pesquisa do Instituto AGP revela expectativas dos millennials em relação ao futuro e como eles enxergam o empreendedorismo.   A geração millennial, composta por jovens nascidos entre 1980 e 2000, possui características e anseios diferentes das gerações anteriores, principalmente no [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Hábitos de compra da população com mais de 60 anos

    Instituto AGP revela hábitos de compra da população acima de 60 anos.       Com o aumento do número de idosos no Brasil, se torna cada vez mais importante conhecer e entender os hábitos e comportamentos dessa faixa da população. Pensando nisso, o Instituto AGP, real [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Sono dos Paulistanos

    Pesquisa do Instituto AGP revela como o paulistano tem dormido.     Pesquisa realizada com mais de 400 moradores da cidade revelou os hábitos de sono dos paulistanos e mostra resultado preocupante: 60% dos habitantes da cidade dorme menos de 7 horas por noite, ou seja, menos do q [Leia mais]

Últimas notícias

Metodologias

Trabalhamos com todas as metodologias disponíveis para a coleta de informações, e certamente uma delas é a adequada para a sua necessidade.