Notícias e Artigos

Trabalhamos com todos os tipos de pesquisas, sempre oferecendo ao cliente a melhor alternativa existente para cada demanda.

Notícias, Notícias e Artigos

Brasileiros divididos sobre projeto para a contratação de médicos estrangeiros

médico

O projeto do Governo que pretende trazer médicos estrangeiros para exercerem no país está a dividir os brasileiros, de acordo com uma pesquisa de opinião divulgada esta segunda-feira pelo jornal Folha de São Paulo, escreve a agência Lusa.

A pesquisa do Datafolha – órgão ligado ao jornal brasileiro – revela que 47% dos entrevistados são favoráveis e 48% são contrários à principal medida para melhorar a área da saúde reforçada pela Presidente Dilma Rousseff após o início dos protestos no país.

O Governo brasileiro pretende contratar médicos estrangeiros, sobretudo portugueses e espanhóis, para colmatar a alegada necessidade em áreas carentes destes profissionais.

Brasil e Portugal já estavam a discutir a equivalência dos diplomas dos médicos portugueses antes mesmo do início dos protestos que acontecem em várias cidades brasileiras.

As ordens e associações médicas dos dois países já mostraram resistência a este projeto. O Conselho Federal de Medicina brasileiro nega que haja falta de médicos e afirma que faltam condições de trabalho nas zonas periféricas e do interior do país.

Na pesquisa divulgada esta segunda-feira, a aprovação ao projeto é maior entre os mais jovens (51%), entre os menos escolarizados (56%), entre os mais pobres (54%) e entre os moradores da região Nordeste (56%).

Quanto maior o grau de escolaridade e o rendimento familiar mensal do entrevistado, menor é o apoio à contratação de médicos estrangeiros.

A pesquisa também quis saber se os brasileiros concordam com o destino dos impostos pagos pelas empresas de petróleo para o setor da educação. O resultado mostra que 56% apoiam a medida.

Na semana passada, pressionada pelos protestos que tomaram as ruas, a câmara dos deputados aprovou o projeto que destina à educação 75% das receitas com royalties dos novos campos de petróleo (os 25% restantes vão para a saúde) no Brasil.

Na pesquisa, feita nos dias 27 e 28 de Junho, foram ouvidas 4.717 pessoas em 196 municípios brasileiros. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos.

Fonte: DataFolha / RCMPharma

Tags:, , ,

Leia também

  • 04/07/2017 - Millennials e empreendedorismo

    Pesquisa do Instituto AGP revela expectativas dos millennials em relação ao futuro e como eles enxergam o empreendedorismo.   A geração millennial, composta por jovens nascidos entre 1980 e 2000, possui características e anseios diferentes das gerações anteriores, principalmente no [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Hábitos de compra da população com mais de 60 anos

    Instituto AGP revela hábitos de compra da população acima de 60 anos.       Com o aumento do número de idosos no Brasil, se torna cada vez mais importante conhecer e entender os hábitos e comportamentos dessa faixa da população. Pensando nisso, o Instituto AGP, real [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Sono dos Paulistanos

    Pesquisa do Instituto AGP revela como o paulistano tem dormido.     Pesquisa realizada com mais de 400 moradores da cidade revelou os hábitos de sono dos paulistanos e mostra resultado preocupante: 60% dos habitantes da cidade dorme menos de 7 horas por noite, ou seja, menos do q [Leia mais]

Últimas notícias

Metodologias

Trabalhamos com todas as metodologias disponíveis para a coleta de informações, e certamente uma delas é a adequada para a sua necessidade.