Notícias e Artigos

Trabalhamos com todos os tipos de pesquisas, sempre oferecendo ao cliente a melhor alternativa existente para cada demanda.

Notícias, Notícias e Artigos

Estudo prova que passar quatro dias na natureza sem tecnologias aumenta criatividade em 50%

homem

“Isto mostra que a interação com a natureza tem benefícios reais e mensuráveis para a resolução criativa de problemas que ainda não tinham sido demonstrados”, disse um dos autores do estudo, David Strayer, professor de psicologia na Universidade do Utah.

Para o investigador, estes resultados provam que “enterrar-se em frente a um computador 24 horas por dia, sete dias por semana, tem custos que podem ser remediados com um passeio na natureza”.

O estudo de Strayer e dos cientistas Ruth Ann Atchley e Paul Atchley da Universidade do Kansas é publicado na revista científica PLOS ONE, da Public Library of Science, e resulta de uma experiência realizada com 56 pessoas, 30 homens e 26 mulheres, com uma média de 28 anos.

Os participantes estiveram, durante quatro a seis dias, em passeios na natureza nos estados do Alasca, Colorado, Maine e Washington, nos quais não era permitida a utilização de aparelhos eletrónicos.

Dos 56, 24 fizeram um teste de criatividade com dez perguntas antes de iniciarem o passeio e os outros 32 realizaram o mesmo teste na manhã  do quarto dia de passeio.

Os resultados foram claros: as pessoas que já estavam há quatro dias na natureza tiveram uma média de 6,08 perguntas certas, enquanto os outros  tiveram apenas 4,14.

“Demonstrámos que quatro dias de imersão na natureza, e o correspondente desligamento da tecnologia, aumenta o desempenho em tarefas criativas e de resolução de problemas em 50%”, concluíram os investigadores, sem esclarecer se o efeito se deve à natureza, à ausência de tecnologia ou à combinação de ambos os fatores.

Os investigadores recordaram estudos anteriores segundo os quais as crianças passam hoje apenas 15 a 25 minutes por dia em atividades de exterior e desportivas, que as atividades recreativas na natureza têm estado em declínio há 30 anos e que, em média, as crianças dos oito aos 18 anos passam mais de 7,5 horas por dia a usar o computador, a televisão ou o telemóvel.

“Há séculos que os escritores falam da importância de interagir com a natureza (…), mas não sabíamos bem, cientificamente, quais os benefícios”, disse Strayer.

Fonte: SicNotícias

Tags:, , ,

Leia também

  • 04/07/2017 - Millennials e empreendedorismo

    Pesquisa do Instituto AGP revela expectativas dos millennials em relação ao futuro e como eles enxergam o empreendedorismo.   A geração millennial, composta por jovens nascidos entre 1980 e 2000, possui características e anseios diferentes das gerações anteriores, principalmente no [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Hábitos de compra da população com mais de 60 anos

    Instituto AGP revela hábitos de compra da população acima de 60 anos.       Com o aumento do número de idosos no Brasil, se torna cada vez mais importante conhecer e entender os hábitos e comportamentos dessa faixa da população. Pensando nisso, o Instituto AGP, real [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Sono dos Paulistanos

    Pesquisa do Instituto AGP revela como o paulistano tem dormido.     Pesquisa realizada com mais de 400 moradores da cidade revelou os hábitos de sono dos paulistanos e mostra resultado preocupante: 60% dos habitantes da cidade dorme menos de 7 horas por noite, ou seja, menos do q [Leia mais]

Últimas notícias

Metodologias

Trabalhamos com todas as metodologias disponíveis para a coleta de informações, e certamente uma delas é a adequada para a sua necessidade.