Notícias e Artigos

Trabalhamos com todos os tipos de pesquisas, sempre oferecendo ao cliente a melhor alternativa existente para cada demanda.

Notícias, Notícias e Artigos

Pesquisa do Ministério do Turismo revela que turista ficou satisfeito com a Copa das Confederações

Torcida Copa

Na última sexta-feira, 28 de junho, o Ministério do Turismo divulgou os resultados preliminares de um estudo realizado por meio da Fipe – Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas sobre a qualidade da infraestrutura e dos serviços turísticos da Copa das Confederações. De acordo com o levantamento, o grau de satisfação de turistas brasileiros e estrangeiros está acima de 50% em mais da metade dos serviços avaliados.

 

O Ministro do Turismo, Gastão Vieira, afirmou: “Os números mostram que o evento tem um grande potencial de atração turística. A Copa das Confederações foi o principal motivo de viagem para 85,3% do público em geral entrevistado”.

 

Nessa abordagem, estão incluídos brasileiros e estrangeiros questionados nas imediações dos estádios. Especificamente para os turistas estrangeiros, 68,9% afirmaram que vieram ao Brasil motivados pelos jogos – eles foram abordados no saguão dos aeroportos, no retorno para seus países de origem.

 

A maior parte do público em geral permaneceu até três noites na cidade-sede (73,4%) e se hospedou majoritariamente em hotéis (58,4%) e casas de família (37,1%). “A amostra aponta que a opção por hospedagem alternativa também é comum entre os visitantes e compõem um importante segmento para a acomodação dos turistas”, disse Vieira. Na página do Ministério do Turismo, é possível acessar informações sobre essas alternativas. Na questão dos preços, os meios de hospedagem receberam aprovação da maior parcela dos entrevistados (68,4%).

 

Entre os estrangeiros, o tempo de permanência no país é de 8 a 15 noites (41,5%), e a preferência por hotéis atinge a ampla maioria (84%). Entre os serviços que mais agradaram, citados espontaneamente pelo público em geral, destacam-se as condições gerais da cidade (10,1%), aspectos da natureza local (9,6%) e a qualidade dos jogos (8,1%). O público em geral também aprovou o preço dos restaurantes (79,5%), dos serviços de táxi (69,4%) e o preço da alimentação nos estádios recebeu aprovação de apenas 21,9% do público entrevistado. “A pesquisa é importante porque nos dá um diagnóstico dos serviços que precisam avançar até a Copa do Mundo de 2014”, diz.

 

Os itens de infraestrutura das cidades-sede mais bem avaliados pelos turistas estrangeiros foram os serviços de transporte privado (83,1%), a limpeza das ruas (78,3%) e a segurança pública (71,7%). Já os serviços turísticos mais bem vistos são os restaurantes (91,5%), a diversão noturna (86,2%) e o local de hospedagem (84,8%). O que mais chamou a atenção do turista nas cidades-sede foi a qualidade dos estádios, aparecendo nas três primeiras posições: qualidade dos estádios (95,3%), seguido pelo conforto de suas instalações (95,3%) e a disponibilidade dos funcionários para dar informações (89,5%).

Fonte: Fipe / Revista Hotéis

Tags:, ,

Leia também

  • 04/07/2017 - Millennials e empreendedorismo

    Pesquisa do Instituto AGP revela expectativas dos millennials em relação ao futuro e como eles enxergam o empreendedorismo.   A geração millennial, composta por jovens nascidos entre 1980 e 2000, possui características e anseios diferentes das gerações anteriores, principalmente no [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Hábitos de compra da população com mais de 60 anos

    Instituto AGP revela hábitos de compra da população acima de 60 anos.       Com o aumento do número de idosos no Brasil, se torna cada vez mais importante conhecer e entender os hábitos e comportamentos dessa faixa da população. Pensando nisso, o Instituto AGP, real [Leia mais]

  • 04/07/2017 - Sono dos Paulistanos

    Pesquisa do Instituto AGP revela como o paulistano tem dormido.     Pesquisa realizada com mais de 400 moradores da cidade revelou os hábitos de sono dos paulistanos e mostra resultado preocupante: 60% dos habitantes da cidade dorme menos de 7 horas por noite, ou seja, menos do q [Leia mais]

Últimas notícias

Metodologias

Trabalhamos com todas as metodologias disponíveis para a coleta de informações, e certamente uma delas é a adequada para a sua necessidade.